O processo de dominação política no Equador

No livro O processo de dominação política no Equador, quinto volume da coleção Pátria Grande da editora Insular, Agustín Cueva exibe a força da interpretação marxista da realidade equatoriana e a potência teórica e duradoura do caminho inaugurado por José Carlos Mariátegui nos anos 30 do século XX. É fecunda a interpretação de Cueva sobre o conflito político no Equador, revelando agudo conhecimento dos clássicos do marxismo e, na mesma medida, dos autores da tradição do  pensamento crítico latino-americano.

O caudilhismo, o populismo, o nacionalismo, sempre escrutinados pela superficialidade e carga ideológica da sociologia dominante, são tratados com extremo talento, devidamente articulados a partir do conflito de classes e a busca permanente e acidentada da hegemonia burguesa equatoriana. Os fenômenos históricos, como o varguismo,
o peronismo, o cardenismo e o velasquismo, são compreendidos como resultado de um enorme conflito de classe que ainda não encontrou uma solução socialista em nenhum dos grandes países da América Latina.

Fonte: site da editora Insular

O processo de dominacao politica no Equador

Ficha técnica
Título: O processo de dominação política no Equador
Autor: Agustín Cueva
Tradutor: Fernando Correa Prado
Editora: Insular
Ano da publicação: 2016
Páginas: 272
Preço: R$ 48,00

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *